Recife (PE), Brasil

domingo, 22 de março de 2009

Diário: Encontro da turma FDR e meu aniversário

Os últimos dias foram bastante movimentados.

No sábado, dia 14, aconteceu o primeiro encontro dos ex-integrantes da Turma de Direito de 2008 da Faculdade de Direito do Recife, em comemoração ao primeiro ano de formatura, na Mercearia Amélia.

Foi muito bom rever os amigos e ouvir as histórias de sucesso de cada um ou simplesmente jogar uma boa conversa fora, em clima de muita camaradagem e bom humor, como acontece sempre que os encontramos. C0nfiram a foto abaixo, disponibilizada por Carol Bastos, a primeira à direita:















Na última sexta-feira, dia 20, foi a vez do meu aniversário. Depois de um ótimo almoço com os colegas de trabalho, à noite saí para jantar com a família no agradável Restaurante Estrela do Mar, na beira-mar de Olinda:
















Pra completar a farra, ontem (sábado), foi a festa dos aniversariantes de março da Turma da Jaqueira, na casa de Eliana. Parabéns a Henrique, Bartô, Cida e Lambe-Lambe. Infelizmente não tenho fotos da festa, mas aproveitei pra inaugurar a chopeira que a Bilu me deu no meu aniversário (ver foto abaixo).

Depois de tanta farra, amanhã volta a vida real. eheheh.
Boa semana para todos!

Dica de site: Uranometria Nova - Calendário Astronômico

A dica de site desta semana é o "Uranometria Nova", que se apresenta como um website de divulgação, ensino e difusão da astronomia.
Nele você pode consultar o calendário astronômico de diversas cidades do Brasil, inclusive do Recife, e conferir os horários de nascer e ocaso do sol e da lua (quer marcar um luau ou um encontro romântico na praia para curtir o nascer da lua? É só dar uma conferida antes no site).
Também estão disponíveis diversas outras informações, como fases da lua, acerto do relógio pelo Observatório Nacional, cursos, palestras, apostilas, etc.

Não deixem de conferir:

http://www.uranometrianova.pro.br/

Para ver o horário do nascer e pôr do sol e da lua, clique no mês e depois selecione a cidade desejada.

Vídeo-Dança e Humor: Sapateado espetacular

Este número de sapateado, apresentado pela companhia irlandesa Riverdance, é uma obra prima de beleza, habilidade e sincronismo:



Para superá-los, só mesmo um grupo mais talentoso e mais espetacular ainda. Confiram:

Meio-Ambiente: Eleja Noronha entre as 7 maravilhas naturais do mundo

Fernando de Noronha está apenas em 13o. lugar em sua categoria, na votação para eleger as 7 maravilhas naturais do mundo:
http://www.new7wonders.com/nature/en/liveranking/

Vamos virar este jogo com o nosso voto:
http://www.new7wonders.com/nature/en/vote_on_nominees/.

E se votar em um dos quiosques instalados em lugares públicos pela campanha "Vote Noronha", do Governo do Estado de Pernambuco, você ainda concorre a uma viagem para Fernando de Noronha com tudo pago.

Vídeo-Curiosidade: O Estranho Caso da Mulher Bebê

Esta reportagem, gravada pela TV Diário e apresentada no Programa João Inácio Júnior, conta a história de Maria Aldinete, uma mulher de 28 anos que tem o tamanho e a aparência de um bebê, e vive na cidade de Muquem, interior do Ceará.
O episódio guarda alguma semelhança com o filme "O Estranho Caso de Benjamin Button", exibido recentemente nos cinemas.

Economia: O futuro dos seres humanos é o que importa

Por Luís Inácio Lula da Silva

Para mim, o capitalismo nunca foi uma abstração, um conceito, mas uma realidade concreta, vivida.
Ainda menino, minha família abandonou a miséria rural do Nordeste brasileiro em direção a São Paulo. Minha mãe, uma mulher de extrema coragem e valor, deslocou-se, junto com seus filhos, para o grande centro industrial brasileiro em busca de uma vida melhor.
Minha infância não se diferenciou da de muitos meninos pobres. Empregos informais. Pouca educação formal. O único diploma escolar de toda minha vida foi o de torneiro mecânico, obtido em um curso do Serviço Nacional da Indústria.
Habilitei-me como um operário qualificado e passei a viver a realidade da fábrica. A vivência do mundo do trabalho despertou-me a vocação sindical. Participei do Sindicato dos Metalúrgicos de São Bernardo, na periferia industrial de São Paulo. Fui seu presidente e, nessa condição, dirigi as grandes greves operárias de 1978-1980 que mudaram a cara do movimento operário brasileiro e tiveram grande influência na democratização do país, que vivia sob uma ditadura militar.
O impacto do movimento sindical no conjunto da sociedade brasileira, levou-nos a criar o Partido dos Trabalhadores, que reuniu operários, camponeses, intelectuais e militantes de movimentos sociais.
O capitalismo brasileiro, a partir de então, não nos aparecia apenas sob a forma de salários baixos, condições indignas de trabalho ou repressão da atividade sindical. Ele se expressava na política econômica e no conjunto das políticas públicas do Governo, mas também nas restrições às liberdades. Descobri, junto a milhões de outros trabalhadores, que não bastava reivindicar melhores salários e condições de trabalho. Era fundamental lutar pela cidadania e por uma profunda reorganização econômica e social do Brasil.
Disputei e perdi quatro eleições antes de ser eleito Presidente da República em 2002.
Na oposição conheci profundamente meu país. Com intelectuais, discuti alternativas para uma sociedade que vivia na periferia do mundo o drama da estagnação e de uma profunda desigualdade social. Mas meu conhecimento maior do país foi no contato direto com seu povo nas Caravanas da Cidadania, que realizei percorrendo dezenas de milhares de quilômetros do Brasil profundo.
Ao chegar à Presidência deparei-me não só com graves problemas conjunturais mas, sobretudo, com uma herança secular de desigualdades. A maioria dos governantes, mesmo aqueles que realizaram reformas no passado, haviam governado para poucos. Pensavam um Brasil onde apenas um terço da população teria vez.
A herança que recebi não foi somente de dificuldades materiais, mas de arraigados preconceitos que ameaçavam paralisar nossa ação governamental e conduzir-nos à mesmice.
Não poderíamos crescer – dizia-se - e lograr estabilidade macro-econômica. Menos ainda crescer e distribuir renda. Teríamos de optar entre voltar-nos para o mercado interno ou para o externo. Ou aceitávamos as duras regras da economia globalizada ou estaríamos condenados a um isolamento fatal.
Em seis anos derrubamos esses mitos. Crescemos e logramos estabilidade macro-econômica. Nosso crescimento foi acompanhado da inclusão de dezenas de milhões brasileiros no mercado de consumo. Distribuímos renda para mais de 40 milhões de brasileiros que viviam abaixo da linha de pobreza. Fizemos com que o salário mínimo aumentasse sempre acima de inflação. Democratizamos o crédito.Criamos mais de 10 milhões de empregos. Impulsionamos a reforma agrária. A expansão do mercado interno não se fez em detrimento das exportações. Elas triplicaram em seis anos. Fomos capazes de atrair muitíssimos investimentos estrangeiros sem sacrificar nossa soberania.
Tudo isso nos permitiu acumular 207 bilhões de US$ em reservas e, assim, proteger-nos contra os efeitos mais destrutivos de uma crise financeira que, nascida no centro do capitalismo, hoje ameaça o conjunto da economia mundial.
Ninguém se aventura a predizer hoje qual será o futuro do capitalismo.
Como governante de uma grande economia dita “emergente”, posso dizer que tipo de sociedade espero que surgirá desta crise. Ela deverá privilegiar a produção e não a especulação. O setor financeiro deverá ter como função estimular a atividade produtiva. e deverá ser objeto de rigorosos controles nacionais e multinacionais por meio de organismos sérios e representativos. O comércio internacional estará livre dos protecionismos que ameaçam intensificar-se. Os organismos multilaterais reformados manterão programas de apoio às economias pobres e emergentes, com o objetivo de reduzir as assimetrias que marcam o mundo de hoje. Haverá uma nova e democrática governança mundial. Novas políticas energéticas e reformas do sistema produtivo e dos padrões de consumo garantirão a sobrevida do Planeta hoje ameaçado pelo aquecimento global.
Mas, sobretudo, espero um mundo livre dos dogmas econômicos que invadiram a cabeça de muitos e que foram apresentados como verdades absolutas.
Políticas anti-cíclicas não podem ser apenas adotadas quando a crise se desencadeou. Aplicadas com antecedência – como o Brasil fez – elas podem ser uma garantia para lograr uma sociedade mais justa e democrática.
Como disse no início, dou menos importância a conceitos e abstrações.
Não estou preocupado com o nome que terá a organização econômica e social que virá depois da crise, contanto que ela tenha no centro de suas preocupações o ser humano.

Luiz Inácio Lula da Silva é presidente da República Federativa do Brasil.

Artigo publicado no jornal inglês Financial Times em 10/03/2009:
The future of human beings is what matters

segunda-feira, 16 de março de 2009

Cordel: A Excomunhão da Vítima

Recebi este cordel da amiga Catarina Monteiro e resolvi divulgá-lo aqui no blog, dada a atualidade do assunto, a pertinência do seu conteúdo e a beleza da composição do poeta popular Miguezim da Princesa. Reparem que ele começa o cordel ao modo dos poetas da antiguidade: pedindo inspiração à musa do improviso.

Triste constatar que o Recife é palco de eventos tão infelizes: primeiro, o crime abominável cometido por um padrasto degenerado; depois, a reação absurda do ultraconservador arcebispo de Olinda e Recife. Justamente no ano em que o saudoso Dom Helder Camara faria 100 anos.

A EXCOMUNHÃO DA VÍTIMA
Miguezim de Princesa

I
Peço à musa do improviso
Que me dê inspiração,
Ciência e sabedoria,
Inteligência e razão,
Peço que Deus que me proteja
Para falar de uma igreja
Que comete aberração.

II
Pelas fogueiras que arderam
No tempo da Inquisição,
Pelas mulheres queimadas
Sem apelo ou compaixão,
Pensava que o Vaticano
Tinha mudado de plano,
Abolido a excomunhão.

III
Mas o bispo Dom José,
Um homem conservador,
Tratou com impiedade
A vítima de um estuprador,
Massacrada e abusada,
Sofrida e violentada,
Sem futuro e sem amor.

IV
Depois que houve o estupro,
A menina engravidou.
Ela só tem nove anos,
A Justiça autorizou
Que a criança abortasse
Antes que a vida brotasse
Um fruto do desamor.

V
O aborto, já previsto
Na nossa legislação,
Teve o apoio declarado
Do ministro Temporão,
Que é médico bom e zeloso,
E mostrou ser corajoso
Ao enfrentar a questão.

VI
Além de excomungar
O ministro Temporão,
Dom José excomungou
Da menina, sem razão,
A mãe, a vó e a tia
E se brincar puniria
Até a quarta geração.

VII
É esquisito que a igreja,
Que tanto prega o perdão,
Resolva excomungar médicos
Que cumpriram sua missão
E num beco sem saída
Livraram uma pobre vida
Do fel da desilusão.

VIII
Mas o mundo está virado
E cheio de desatinos:
Missa virou presepada,
Tem dança até do pepino,
Padre que usa bermuda,
Deixando mulher buchuda
E bolindo com os meninos.

IX
Milhões morrendo de Aids:
É grande a devastação,
Mas a igreja acha bom
Furunfar sem proteção
E o padre prega na missa
Que camisinha na lingüiça
É uma coisa do Cão.

X
E esta quem me contou
Foi Lima do Camarão:
Dom José excomungou
A equipe de plantão,
A família da menina
E o ministro Temporão,
Mas para o estuprador,
Que por certo perdoou,
O arcebispo reservou
A vaga de sacristão.

Vídeo: A História das Coisas

Este filme é muito interessante e deveria ser apresentado em todas as escolas do País. Também já o divulguei antes por e-mail, mas resolvi publicá-lo aqui no blog, dada a importância das informações nele contidas, e seguindo a linha do vídeo anterior (A Life Connected) de ampliar o debate sobre o adequado aproveitamento dos recursos naturais e materiais.

O link abaixo aponta para a primeira parte do vídeo, já que o vídeo completa tem 23 minutos. As outras partes estão disponíveis no mesmo site. Escolhi a versão legendada, mas há também a versão dublada e a versão apenas com o som original:


A História das Coisas - Parte 1.

Dica de site: Cartório 24 Horas

Acho que já passei esta dica antes por e-mail, mas como estou de blog novo, e recebi uma mensagem de minha irmã Verônica perguntando se o site funcionava mesmo, resolvi divulgá-lo aqui no novo blog.

O Cartório 24 Horas é um portal de cartórios que disponibiliza serviços online de cartórios de todo o Brasil. Nele, você pode solicitar certidões e receber onde desejar, pagando a taxa correspondente por meio de boleto impresso no próprio site.

Eu nunca utilizei os serviços do site, mas me parece muito útil e, espero, confiável:

http://www.cartorio24horas.com.br/index.php.

Quem experimentar, não deixe de nos dar o feedback sobre o serviço.

Protógenes Queiroz rebate as acusações da Revista Veja

Em seu blog (Protógenes contra a corrupção), o delegado Protógenes Queiroz rebate as acusações da Revista Veja, publicada em reportagem de capa da edição de 11/3/2009, acusando a revista de mentirosa e criminosa.

Para Protógenes "Não é a primeira vez que estamos diante de fatos semelhantes publicados de forma bandida e irresponsável, envolvendo situação anterior que provocou o desmantelamento do Sistema Brasileiro de Inteligência - SISBIN ( Gabinete de Segurança Institucional, Agência Brasileira de Inteligência; Inteligência das três forças militares - Marinha-Exército-Aeronáutica; Inteligência da Polícia Federal, e outros). E aqui fica uma pergunta: A quem interessou tal fato? Hoje vivemos num clima mercantilista corrupto em que a credibilidade de um órgão de imprensa, que no passado teve sua importância histórica, hoje, lamentávelmente, constitui parte dessa engenharia política e comercial sórdida, disponível a serviço de um poder até então não identificado, mas que possivelmente ultrapassa as nossas fronteiras".

Leia na íntegra em: VEJA A MENTIRA.

Quem quiser conhecer com mais profundidade a versão do delegado para as investigações de que participou, que culminaram com a prisão de Daniel Dantas e provocaram muita polêmica, leia a entrevista por ele concedida à Revista Caros Amigos, edição de dezembro/2008:
Entrevista à Caros Amigos.

Economia: Banco só se comporta se BC obrigar (Conceição Tavares)

Fonte: Agência Carta Maior - Economia - 06/03/2009

"Nós entramos muito tarde no delírio neoliberal. O Brasil é um país tardio. Neste caso foi bom", disse Conceição Tavares. Para a economista, assim o Brasil pôde evitar a destruição completa do estado de bem-estar social e assim dispor, diante da crise, do poder de resistência e enfrentamento.

Sobre o sistema financeiro, Conceição afirma que "“O que nos dá poder são os bancos públicos. O que nos dá poder é ter um banco nacional de desenvolvimento que tem mais recursos que o Banco Mundial. O Banco Mundial pode não querer emprestar nada pra gente, se é que eles têm dinheiro pra emprestar. Saberemos se tem algum dinheiro lá porque teremos o representante do Banco falando aqui também”, disse em referência à mesa sobre o novo papel das instituições financeiras multilaterais, na programação do Seminário que conta com a participação do diretor-executivo do Banco Mundial. “Banqueiro é banqueiro em toda parte. Se o Banco Central ainda facilita e ajuda, eles agradecem. Banco só se comporta se o Banco Central obrigar a se comportar, é óbvio, até parece”, resumiu Conceição.

Veja na íntegra em:
http://www.cartamaior.com.br/templates/materiaMostrar.cfm?materia_id=15790

quarta-feira, 11 de março de 2009

Informações sobre a Maratona de Berlim

Em setembro, se não der certo a inscrição de Marinês para a Maratona de Nova York, faremos nova viagem para a Europa. Desta vez para, entre outros países a serem visitados, participar da Maratona de Berlim.

Não, eu não irei correr a Maratona. Marinês é que vai. Mas quem sabe eu não consiga correr pelo menos 10km "na pipoca". Já tracei até um percurso alternativo para isto. Só resta saber se a segurança do evento vai deixar que eu entre de penetra.

Como todo o grupo que pretende participar da maratona já fez reserva no Ibis Berlin City Ost, também fiz reserva lá, para não ficarmos separados do grupo, mas andei fazendo uma pesquisa de hotéis e encontrei algumas opções bem interessantes, os quais relaciono abaixo em ordem de interesse, considerando a relação custo-benefício, todos até Є$ 500 pelas 4 diárias para um casal, exceto o Clipper City, que é um cinco estrelas com preço bem acessível, comparando com os outros de sua categoria, além de ficar bem próximo ao Portal de Brandenburgo. Quem sabe não convenço a turma toda a ir pra lá. rsrsrs:

1. Clipper City (*****): Є$ 605 (sem café) + Є$ 80 (café) = Є$ 685; internet: Є$ 8/h; Behren, 47, Mitte - a 4 quadras do Portal de Brandenburgo; 47m2, sala, varanda, TV cabo, banheira, ferro, secador, DVD, micro-ondas, lava-louças, lava-roupas;

2. Berlin Apartments (***): Є$ 396 (COM café); internet: paga; Chausse, 85, Mitte - a 3 estações do Portal de Bradenburgo; cozinha, TV, secador

3. Kubrat (***): Є$ 478 (sem café) + Є$ 52 (café) = Є$ 530; internet wifi grátis; Leipziger, 21, Mitte - a 1 estação do Portal;

4. MitArt BioHotel (?*): Є$ 490 (COM café); internet wifi grátis; Linien, 139, Mitte - a 2 estações do Portal; SEM TV, não reembolsável;

5. HSH Mitte Apartments (****): Є$ 503 (COM café); internet grátis nas áreas públicas; Invaliden, 32, Mitte - a 3 estações do Portal; sauna, fitness, banheira, DVD;

6. Ibis Berlin City Ost (**): Є$ 412 (sem café) + Є$ 80 (café) = Є$ 492; internet: Є$ 8/h; Schillingbrucke 2, Friedrichschain - a 5 estações do Portal;

7. Air In Berlin (***): Є$ 333 (sem café) + Є$ 72 (café) = Є$ 405; internet: wifi paga; Ansbacher, 6, Tiergarten - a 6 estações do Portal; TV Cabo;

8. Armony (***); Є$ 373 (sem café) + Є$ 76 (café) = Є$ 449; internet: wifi grátis; Mariannem Platz, 26, Kreuzberg - a 2 quadras do Ibis Berlin Ost + 5 estações do Portal;

9. Inn sight City Apartments (***): Є$ 465 (SEM café); internet wifi em alguns quartos: paga; Invaliden, 100, Mitte - a 3 estações do Portal; flat, cozinha equipada, banheira, TV, rádio;

10. (A) Vip Suite (?*): Є$ 480 (SEM café); internet: wifi grátis; Charlotten, 76, Mitte - a 2 quadras + 1 estação do Portal; flat, novo, cozinha equipada, TV cabo, ferro, DVD, micro-ondas, lava-roupas;

11. (B) Checkpoint Charlie Apartments (***): Є$ 500 (SEM café); internet: Є$ 5/24h; Charlotten, 78, Mitte - a 2 quadras + 1 estação do Portal; flat, 65m2, cozinha equipada, TV cabo, ferro, DVD, micro-ondas, lava-roupas; lava-louças

12. (C) Motel One AlexandrePlatz (**): Є$ 486 (SEM café) + Є$ 60 (café) = Є$ 546; internet: wifi grátis; Dircksen, 36, Mitte - a 3 estações do Portal; SEM frigobar e SEM telefone.

Vídeo: A Life Connected! Pelas pessoas, pelo Planeta, pelos animais

Não sou vegetariano. Aliás, adoro carne (churrasco... hhhuuumm... é tudo de bom).
Mas quem sabe em algumas encarnações eu consiga "evoluir" quanto a este aspecto.
De qualquer maneira, achei este vídeo muito interessante e acho que vale a pena assistir e refletir sobre o vídeo abaixo.


A Life Connected! Pelas pessoas, pelo Planeta, pelos animais.

Mesmo com crise, economia brasileira cresce 5,1% em 2008

Realmente esta imprensa brasileira golpista (Globo e Veja à frente) não toma jeito.
Hoje, como todas as manhãs, acordei e liguei a TV para ouvir o noticiário enquanto me preparava para mais um dia de rotina. Mirian Leitão, histérica, bradava que o Brasil estava à beira da recessão, pois o resultado da economia em 2008, que acabara de ser divulgado, mostrava que a economia brasileira não parava de encolher e que, em suma, o Brasil estava paralisado.
Não pude prestar a atenção na história toda, pois estava circulando entre o banheiro, o quarto e a cozinha, mas confesso que fiquei preocupado com tal tom de catastrofismo.

Qual não foi minha surpresa ao verificar mais tarde, por outras fontes, que o Brasil apresentara um dos maiores crescimentos dos últimos anos, e que era uma das economias que mais haviam crescido em 2008, apesar da crise, só perdendo para a China.

Fico impressionado com a capacidade que a mídia tem de distorcer as notícias e moldá-las a seus objetivos, muitas vezes escusos e inconfessados. É claro que a situação é preocupante. E é exatamente por isto que o governo tem anunciado medidas que prevêem investimentos maciços em obras sociais e de infraestrutura, medidas estas que incoerentemente têm sido chamadas de eleitoreiras por esta mesma mídia.

Vejam abaixo a outra face da notícia, divulgada pelo Boletim Informes (www.informes.org.br):

Mesmo com crise, economia brasileira cresce 5,1% em 2008

Mostrando vigor diante da crise internacional, a economia brasileira fechou 2008 com crescimento de 5,1%, segundo dados do Produto Interno Bruto (PIB) divulgados ontem pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Foi o segundo maior índice durante o governo do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, perdendo apenas para 2007 e 2004 (ambos com 5,7%).

Com o crescimento, o PIB do País chegou a R$ 2,9 trilhões no ano passado. Também cresceram a renda per capita dos brasileiros (4%) e a taxa de investimentos, que teve a maior alta da série histórica iniciada em 2000: 19%. O consumo das famílias cresceu 5,4%, quinto ano consecutivo de alta.

O crescimento do Brasil foi o segundo melhor entre os países que já divulgaram suas estatísticas para o PIB em 2008. Ele só ficou atrás da China, que cresceu 9%. O México cresceu 1,3%; a Espanha, 1,2%; os EUA, 1,1%; a Alemanha, 1%; o Reino Unido, 0,7%; e o Canadá, 0,5%. O PIB do Japão caiu 0,7% no ano passado, e na Itália a queda foi de 1%.

O deputado Jilmar Tatto (PT-SP), que presidiu a Comissão de Desenvolvimento Econômico em 2008, vê o resultado de forma positiva. "O mundo está passando por uma crise muito grande, maior do que a crise de 1929, e há países em processo de recessão. O Brasil, com o governo Lula, preparou-se para enfrentar crises. Abriu novos mercados para produtos de exportação, aumentou e incentivou o consumo interno, criou políticas para que a população tenha mais recursos para gastar em alimentos, roupas, eletrodomésticos e compra de carros. Isso fomenta a economia".

Para o presidente da Comissão Finanças e Tributação (CFT), deputado Vignatti (PT-SC), os números demonstram que o governo Lula age de forma certa em um momento de retração de investimento em alguns setores privados, aumentando inclusive investimento público. Ele destaca que a política econômica do governo Lula é muito diferente da política adotada pelo governo Fernando Henrique Cardoso. "A oposição não pode e não tem direito de criticar qualquer medida adotada pelo governo Lula porque, se a oposição estivesse no governo, a política seria de privatização. Eles teriam privatizado a Caixa Econômica, os Correios, o Banco do Brasil e o setor energético. Agora, no momento de refluxo da economia, a Petrobras faz investimentos extraordinários. Isso aumenta a geração de emprego e renda no Brasil. O Estado está muito mais forte, mais sólido", disse.

O crescimento do PIB poderia ter sido ainda maior, não fossem os reflexos da crise sentidos no Brasil no final do ano. Por conta disso, o resultado do quarto trimestre revelou queda de 3,6% em relação ao trimestre anterior. Na comparação com o mesmo período do ano passado, no entanto, houve aumento de 1.3%.

Na opinião do deputado Pepe Vargas (PT-RS), integrante da CFT, o crescimento de 5,1% em 2008 é um dado extremamente positivo. "Felizmente o governo vem tomando medidas corretas para o enfrentamento da crise. Esperamos que no segundo semestre deste ano a gente tenha já resultados melhores na nossa economia, para a retomada do crescimento econômico e da geração de emprego e renda no nosso País", afirmou.

Dica de site: Ortografa! Site que corrige textos conforme o acordo ortográfico

Muito interessante este site que corrije automaticamente sua escrita, de acordo com a nova ortografia:

http://ramonpage.com/ortografa/

Para testá-lo, usei o texto maluco abaixo e achei duas inconsistências: ele só não corrigiu a palavra "pára", que agora não tem mais acento, nem a palavra "subreino", que tem hífen. Mesmo assim, não deixa de ser uma ferramenta útil em caso de dúvida, pois ainda realça as alterações efetuadas.
Mas se quiser se certificar da grafia, o melhor ainda é consultar um guia.
Recentemente enviei um guia abreviado em uma página. Depois passo para vocês um guia completo.

TEXTO UTILIZADO:

A lingüiça agüenta freqüentemente muitas idéias heróicas contra a hiper-inflação. Por isto eu apóio a feiúra de Bocaiúva. Eles crêem em tudo que lêem, embora o vôo de super-sônico dê enjôo. O carro pólo pára na pêra, mas peço que você averigúe e enxagúe o microondas, passando o anti-vírus auto-sustentável do superhomem antiimperialista e interregional em favor do subreino panamericano. Por fim, sugiro que faça a viagem de circumnavegação pan-sexual.

RESULTADO:

A linguiça aguenta frequentemente muitas ideias heroicas contra a hiperinflação. Por isto eu apoio a feiura de Bocaiuva. Eles creem em tudo que leem, embora o voo de supersônico dê enjoo. O carro polo pára na pera, mas peço que você averigue e enxague o micro-ondas, passando o antivírus autossustentável do super-homem anti-imperialista e inter-regional em favor do subreino pan-americano. Por fim, sugiro que faça a viagem de circum-navegação pansexual.

Thriller! A volta dos mortos-vivos

Muito engraçada esta charge, que capta bem o atual momento em que várias personalidades que achávamos estarem "mortas e enterradas" (no bom sentido) estão voltando aos holofotes.


Que Macaquice! Cérebro humano é apenas um cérebro grande de primata!

Fonte: FSP - 1ºmar2009

Que Macaquice!

Quantidade de neurônios no cérebro reforça a proximidade entre seres humanos e outros primatas - ideia pela qual Darwin foi hostilizado

SUZANA HERCULANO-HOUZEL

Mesmo sendo apenas vagamente relacionada a uma eventual cura para doenças ou a um tratamento novo (coisa que 5 entre 7 jornalistas quiseram saber), a descoberta mais recente de nosso laboratório ganhou reportagens -favoráveis- na TV e em vários jornais no país: "Um primata nada especial", "Cérebro humano está no padrão dos primatas", "Cientistas brasileiros derrubam mitos sobre o cérebro".

A bióloga em mim fica feliz com uma coincidência: nosso artigo -mostrando que o cérebro humano, devido ao seu número de neurônios e outras células, é apenas um cérebro grande de primata nada "maior do que o esperado"- foi publicado no "Journal of Comparative Neurology" [Jornal de Neurologia Comparativa] justamente no ano do bicentenário do nascimento de Charles Darwin. Lembro de Darwin especialmente ao pensar na recepção que nossa descoberta vem obtendo do público, da mídia e de nossos pares.

Há 150 anos, ele ousou dizer que temos um ancestral em comum c om os demais primatas vivos, como primos têm avós em comum -e foi recebido com escárnio e indignação por boa parte do público e dos jornais, cujas charges o mostravam em um corpo de macaco. Sobretudo para os representantes masculinos e brancos da espécie que dominava meio mundo, sermos primos (ainda que distantes) de macacos e gorilas não parecia uma honra à altura da "espécie mais inteligente da Terra", supostamente criada "à imagem de Deus", e não de outros primatas.

Sem resistência
Por isso, quando em 2007 comecei a apresentar em palestras para o público leigo nossos trabalhos comparando cérebros humanos e de outros primatas e a argumentar que o cérebro humano é apenas um cérebro grande de primata -com o tamanho e número esperado de neurônios para um primata de 60 a 70 kg-, eu esperava alguma resistência do público, se não indignação. Mas, para minha grata surpresa (que inicialmente beirava a decepção, confesso ), o público em geral sorria e concordava com a cabeça quando eu anunciava nossa conclusão: se o cérebro humano é feito segundo as regras que valem para os demais primatas, Darwin era portanto também um primata -assim como todos nós.

O que 150 anos de evolução, história, educação científica e debates não fazem: hoje posso chamar meu público de primata e ainda receber sua aprovação bem-humorada. Desde Darwin, muitos biólogos, psicólogos e neurocientistas se empenham em encontrar maneiras de identificar características distintivas do cérebro humano que justificassem nossa "superioridade". Muitos sossegaram quando, nos anos 1950, Henry Jerison calculou o coeficiente de encefalização e demonstrou que, comparados aos demais mamíferos, "nosso cérebro é de cinco a sete vezes maior do que o esperado".

Considere que o tamanho do cérebro cresce junto com o tamanho do corpo na evolução e olhe para gorilas e orangotangos: donos de corpos até trê s vezes maiores que o humano, o cérebro deles é apenas um terço do nosso. Para o corpo relativamente diminuto que temos, nosso cérebro deveria ser menor que o dos gorilas. Mas não é. Assunto encerrado: somos especiais.

Homens primatas
Mas a ideia de que seríamos especiais não se encaixava com o que eu aprendera na biologia: por que as regras da evolução se aplicariam a todos os outros animais, menos a nós? Após cinco anos de pesquisas determinando e comparando números de neurônios entre espécies de mamíferos, chegamos aos humanos, graças a uma colaboração com a equipe do Banco de Cérebros da USP.

Com 86 bilhões de neurônios, não 100 bilhões, e sendo eles metade das células do cérebro, e não um décimo, o cérebro humano é construído da maneira esperada para um cérebro de primata em um corpo de 70 kg -não maior do que o esperado nem com mais neurônios do que o esperado. Ou seja: as regras da evolução d o cérebro de primatas também se aplicam a nós, como deveriam.

Se algo nos torna especiais, é a combinação de sermos primatas (e não, por exemplo, roedores, o que nos permite concentrar um grande número de neurônios em um volume pequeno) e, dentre os primatas, os felizes portadores do maior cérebro -e, portanto, do maior número de neurônios. Bons argumentos para Darwin responder aos seus detratores: "Sou primata, sim -e com muita honra".

Sugerimos então que os pontos fora da curva seriam não os humanos, mas os orangotangos e gorilas, donos, ao que tudo indica, de cérebros igualmente "normais" de primata, mas corpos exageradamente grandes. Tamanha inversão de valores, no entanto, impediu que nosso artigo fosse publicado na prestigiosa revista "Science" -porque um parecerista implicou com a ideia. Mudar o status quo da ciência dá trabalho... Mas os pareceristas do "Journal of Comparative Neurology" gostaram da ideia -como muitos de meus pares , aliás-, e agora estamos prontos para ver o que o restante da comunidade científica terá a dizer.

Acho divertido pensar que, por causa de ciência "made in Brazil", livros-texto em várias línguas talvez sejam revistos; Roberto Lent [pesquisador da UFRJ] já está pensando no que fazer com seus "Cem Bilhões de Neurônios" [ed. Atheneu].E público e mídia, ao que parece, estão receptivos. Também, pudera; há 150 anos que Darwin nos prepara o terreno.

SUZANA HERCULANO-HOUZEL é neurocientista e professora da Universidade Federal do Rio de Janeiro. É autora de "Fique de Bem com o Seu Cérebro" (ed. Sextante), entre outros.
Pesquisa levou a nova contagem de neurônios

DA REDAÇÃO
A afirmação de que o homem tem cerca de 86 bilhões de neurônios -e não cem bilhões, como se dizia-, publicada no "Journal of Comparative Neurology" por Roberto Lent, Suzana Herculano-Houzel e outros sete autores, foi possibilitada por um novo método de contagem.Dissolvendo células cerebrais em detergente, foi obtido um líquido homogêneo, permitindo uma contagem mais precisa. As células gliais foram estimadas em 84 bilhões, negando a tese de que temos dez delas para cada neurônio -ambos os resultados aproximam o cérebro humano ao dos demais primatas.

quarta-feira, 4 de março de 2009

Abertas as inscrições para a Maratona de Nova York

Já estão abertas as inscrições para a Maratona de Nova York, que ocorrerá no dia primeiro de novembro deste ano.
Trata-se, na verdade, de uma pré-inscrição, pois devido ao grande número de candidatos, os inscritos participam de um sorteio (lottery).
Só têm vaga garantida os sorteados, os que forem pela agência de viagens oficial (no Brasil, a
Chamonix Operadora de Turismo Ltda), os que tiveram a inscrição negada três vezes e os que participarem dos programas beneficentes, com doações em dinheiro.
Eu já fiz a inscrição da Marinês e, claro, também vou se ela for sorteada, mas vou ficar na torcida e no apoio moral e etílico. Caso ela não seja selecionada, iremos para a Maratona de Berlim, em 20 de setembro.
O site oficial é http://www.ingnycmarathon.org/ e as inscrições podem ser feitas no endereço http://www.ingnycmarathon.org/entrantinfo/apply.htm.

Política: Jarbas vira vidraça

Fonte: Luís Nassif Online

O Deputado Federal Sílvio Costa fez pronunciamento na Câmara sobre o Senador Jarbas, ambos de PE, os principais pagágrafos são:
Os senhores sabem que o bravo Deputado do PMDB, Ulysses Guimarães, ajudou a aprovar aqui, em 1988, a Constituição Cidadã. E a Constituição diz, em seu art. 37, Inciso II, que emprego público, só pode existir por concurso.
Pois bem, de forma esdrúxula — e está aqui o documento, porque eu não sou leviano. Eu acuso e mostro as provas — , o Senador Jarbas, no dia 23 de julho de 1992 — portanto, 4 anos após a Constituição determinar que emprego público, só por ser por meio de concurso — foi nomeado Procurador da Assembleia Legislativa de Pernambuco. E pasmem, brasileiros, pasmem, jovens do Brasil: um ano depois,ele pediu a aposentadoria, no dia 14 de julho de 1993. Está aqui o documento, que eu vou entregar à imprensa. (Exibe documentos.)
Pois bem. O último salário do marajá — e lá em Pernambuco já estão começando a chamá-lo de Marajarbas — , o último salário do marajá, agora em janeiro de 2009, foi de R$ 17.364,00. Eu não mostro o seu contracheque porque quem vai mostrá-lo é ele, porque esse dinheiro é depositado em conta bancária.
Eu quero saber qual é a moral, qual é a ética, que um parasita do poder, um homem que vive há 40 anos do dinheiro público, tem para criticar o Bolsa Família.

Vejam na íntegra em:
http://colunistas.ig.com.br/luisnassif/2009/03/03/jarbas-vira-vidraca/

Dica de site: Taxímetro On-Line - Preço de Táxi

Dando continuidade às sugestões de sites relacionados a meios de transporte, Stenio e Paulo Lacerda me sugeriram divulgar este site que calcula o preço do táxi entre dois endereços, nas cidades de São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Salvador e Recife:
http://precodotaxi.com/

O site é interessante e é interligado com os mapas da MapLink, mostrando também a rota percorrida.

Eu já obtinha estas informações pelo site Telelistas.net - Mapas e Rotas (http://www.telelistas.net/busca_local/busca_local.aspx?aba=2), que uso para localizar endereços ou para traçar rota entre dois pontos, e também utiliza os mapas da MapLink.
O preço dá um pouco diferente, mas é bem aproximado.

Empresas devem liberar funcionários na Data Magna

O feriado da próxima sexta-feira (06), em comemoração a Data Magna de Pernambuco, está rendendo muitas dúvidas. Mas a empresa pública ou privada que descumprir a determinação poderá ser multada, já que o dia é obrigatório para todos os trabalhadores, inclusive aqueles regidos pela Consolidação das Leis Trabalhistas (CLT).
Leia na íntegra em:
http://www.revistaalgomais.com.br/noticias/noticiaClicada.php?not=1911

Por outro lado, a Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) do Recife, a Federação do Comércio do Estado de Pernambuco (Fecomércio-PE), a Federação das Indústrias do Estado de Pernambuco (Fiepe) e outras entidades entraram ontem com um mandado de segurança, na Justiça, para instaurar o ponto facultativo na próxima sexta-feira, feriado estadual recém-instituído, que comemora a Data Magna de Pernambuco. A idéia é que o recesso se torne ponto facultativo, assim como ocorreu em 2008. O motivo alegado são as perdas geradas por um feriado tão próximo do Carnaval.
Veja na íntegra em:
http://jc.uol.com.br/jornal/2009/03/04/not_321378.php (SÓ PARA ASSINANTES).

Vídeo: Gen, Pés Descalços, Hiroshima destruída

Este vídeo mostra um techo da animação Gen, Pés Descalços, baseada no fabuloso HQ/Livro que mostra Hiroshima durante os dias que antecedem e seguem a explosão da bomba atômica.

A cena em questão é do momento em que a bomba explode. É impressionante!



Recebido de Rodrigo Andolfato.

segunda-feira, 2 de março de 2009

1967 - RC em Ritmo de Aventura - Voo de helicóptero sobre o RJ

Passeio de helicóptero pela Cidade do Rio de Janeiro no ano de 1967

Trata-se de um clip gravado durante a produção do filme "Roberto Carlos em ritmo de aventura", elaborado em plena época da Jovem Guarda. O helicóptero pertencia à antiga Companhia VOTEC (Voos Técnicos e Executivos), facilmente identificada pela logomarca. Foi a primeira empresa contratada para efetuar voos para as plataformas marítimas da Petrobras. Na travessia do Túnel Novo, o trânsito foi interrompido e pode-se ver alguns veículos aguardando o término da ação. Ainda não existiam a Torre do Rio Sul ou o Condomínio Morada do Sol. A Avenida Atlântica possuía apenas uma pista de rolamento. Ao passar pela Cinelândia (Avenidas 13 de Maio e Rio Branco) pode ser visto o antigo Senado Federal (conhecido como Palácio Monroe) demolido durante as obras do Metrô Rio (não perguntem por quê).

O pouso foi feito no prédio do antigo Banco do Estado da Guanabara, hoje, Banco Itaú S.A., na Avenida Nilo Peçanha, provavelmente, o único heliporto existente, então, no centro da cidade. Naquela época que deixou muitas saudades, o Rio de Janeiro era chamado de Estado da Guanabara. O piloto que realizou este voo já faleceu e pelas normas atuais de segurança seria impossível realizar um procedimento semelhante. Até hoje se elogia a habilidade do piloto em passar pelo túnel, em uma única passagem, sem um treinamento mais específico...

CLIQUE AQUI E ASSISTA (http://www.patricksaviation.com/videos/Caribougnal/1694/)

Dica de site: ANTT - Ônibus interurbanos - preços e horários

Na quarta-feira eu passei para vocês a dica do site Ônibus Recife, no qual você pode encontrar as rotas de ônibus entre dois endereços na Região Metropolitana do Recife.
A dica desta semana é o site da ANTT, no qual podemos pesquisar as linhas de ônibus interurbanos/interestaduais que ligam quaisquer duas cidades no Brasil, e também informa os preços e horários dos ônibus.
Mais um site imperdível. Confiram em:
https://appweb.antt.gov.br/transp/secao_duas_localidades.asp

Sardenberg, 20/4/07: Globalização bombando! (até explodir???)

Repassado por José Gomes em 25/2/09:

"Como esse mundo dá voltas. Vejam esse post de Carlos Albderto Sardenberg, de abril/2007, empolgadíssimo com a globalização e a eficiência dos mercados:"

carlos alberto sardenberg
Globalização bombando
A semana termina na euforia, com recordes de alta nas bolsas de valores de todo o mundo. Farra dos mercados?
Não. A verdade é que, descontada uma turbulência aqui, outra ali, a economia mundial segue em marcha de sólido crescimento. Sólido porque não é nenhuma bolha financeira. Ao contrário, está baseado em aumento da produção e do consumo em todas as regiões do mundo.
Nos países emergentes, em geral, na Ásia em particular, a produção cresce. E encontra consumidores nos países mais ricos, especialmente nos Estados Unidos.
Há multiplicação de investimentos produtivos, na economia real, por toda parte. Mesmo a África, sempre atrasada, se beneficia, por exemplo, com o desenvolvimento de campos de petróleo e gás.
Cresce o consumo de alimentos, coisa, aliás, que beneficia diretamente o Brasil, forte exportador.
As companhias multinacionais ganham dinheiro, reinvestem, abrem novos negócios, as ações se valorizam e segue a ciranda.
A verdade é que a economia globalizada, capitalista, está bombando. No exato momento em que muitos vizinhos aqui da América Latina voltam aos velhos modelos populistas alegando justamente a morte da globalização.
Depois não se sabe por que a América Latina fica cada vez mais pobre em relação aos outros.


Impagáveis também são os comentários dos leitores ao texto de Sardenberg. Confiram em:
http://colunas.g1.com.br/sardenberg/2007/04/20/globalizacao-bombando/#comment-10857

domingo, 1 de março de 2009

Deputados Luis Couto e Fernando Ferro sofrem ameaças de morte

O deputado Luiz Couto (PT-PB) está cada dia mais isolado. Ameaçado de morte por assassinos profissionais, pediu proteção à Polícia Federal há três semanas, mas até agora não teve resposta. O parlamentar também é padre e, desde ontem, encontra-se proibido de celebrar missas pela Arquidiocese da Paraíba por defender o fim do celibato e o uso de camisinhas. Fernando Ferro (PT-PE) é outro deputado que também estaria marcado para morrer por pistoleiros da fronteira entre Pernambuco e Paraíba.

Fonte: Revista Algo Mais e Congresso em Foco - Leia na íntegra em:
http://congressoemfoco.ig.com.br/DetEspeciais.aspx?id=26651

Recentemente Fernando Ferro denunciou o trabalho escravo em engenhos de Pernambuco. Veja a seguir (extraído do Boletim Informes de 20/2/09 - www.informes.org.br):

Ferro denuncia trabalho escravo em Pernambuco

O deputado Fernando Ferro (PT-PE) fez ontem em plenário denúncias sobre exploração de trabalhadores na Zona da Mata de Pernambuco. "Más notícias como esta que temos aqui, vinda de Pernambuco, nos deixam muito tristes. A Usina Cruangi, da Zona da Mata Norte de Pernambuco, mantém, sob trabalho escravo e degradante, 227 trabalhadores, 26 deles menores de 16 anos. É esse tipo de comportamento que enlameia a nossa imagem no exterior".
Ferro solidarizou-se também com 90 famílias que estão sendo ameaçadas de despejo pelo Grupo João Santos, um dos maiores de Pernambuco. "Neste momento, 90 famílias sofrem com a iminência de serem despejadas. São trabalhadores rurais que ocupam desde abril de 1996 as terras do Engenho Bonito, no município de Condado, Zona da Mata Pernambucana".
O Engenho pertence ao grupo João Santos, detentor de diversas empresas em nosso Estado, inclusive veículos de comunicação. "O Engenho Bonito não foge à história dos tantos engenhos que existiram na região. São a lembrança da exploração dos senhores de engenho, que acumulavam em suas mãos todo o poder, aprisionando o trabalhador rural com a monocultura da cana-de-açúcar", denunciou o parlamentar.

Globo força TV Diário a sair do ar

TV Diário - Ceará está fora da parabólica

Emílio Moreno 25 de fevereiro de 2009

Um boato que corria em Fortaleza virou realidade. Nesta quarta-feira de cinzas (25), o sinal da TV Diário já não podia mais ser captado na frequência analógica das antenas parabólicas.

Veja na íntegra em:
http://liberdade.blogueisso.com/2009/02/25/tv-diario-ceara-esta-fora-da-parabolica/

Notícia repassada por: Ricardo Morais.

Direito: Pré-datado depositado antes do prazo dá direito a indenização

Pré-datado depositado antes do prazo dá direito a indenização, decide STJ

Extraído de: G1 - Globo.com - 17 de Fevereiro de 2009

O depósito de cheque pré-datado antes do prazo combinado entre comerciante e consumidor configura dano moral, com direito a indenização, de acordo com súmula editada na segunda-feira (16) pelo Superior Tribunal de Justiça (STJ) e anunciada na terça-feira (17). Com a edição da súmula, o STJ passará a adotar a orientação em suas decisões futuras.

Veja na íntegra em:
http://www.jusbrasil.com.br/noticias/809812/pre-datado-depositado-antes-do-prazo-da-direito-a-indenizacao-decide-stj